HTTPS – Entenda mais porque migrar seu site?

Migrar para HTTPS é um fator de segurança importante. Porém, é uma transição que exige planejamento, alocação de recursos e preparação; e de um ponto de vista de SEO, é essencial minimizar os riscos.

O futuro da Internet, a privacidade e a segurança online são pilares básicos para o Google. Sem eles, as pessoas ficam menos propensas a confiar na web para armazenar suas informações, ou mesmo a usar serviços online para comunicar. De modo a incentivar webmasters e proprietários de websites a migrarem para uma Internet segura, o Google lançou em agosto de 2014 HTTPS como fator de classificação. Enfatizando ainda mais essa preocupação em 2015, quando foi comunicada a intenção de indexar páginas HTTPS por padrão. Mais recentemente, também o Chrome começou a dar mais ênfase em alertar os usuários quando estão na presença de um website sem uma conexão segura (em inglês).

Porque migrar para HTTPS?

À medida que o mundo online avança tecnologicamente, permitindo o surgimento de novos serviços, mais dados são requisitados dos usuários para que tudo funcione. Assistimos a um panorama esperado, onde abdicamos da privacidade para dar lugar à comodidade. Para além disso, as pessoas estão ficando mais informadas e exigentes quando precisam fornecer dados pessoais. Se antes o mundo online era maioritariamente dos nerds e dos geeks, hoje ele é parte essencial das nossas vidas.

Existem vários benefícios em migrar um website para o protocolo HTTPS. Na documentação do Google são mencionados os três benefícios mais importantes:

Os dados enviados com HTTPS estão protegidos pelo protocolo de segurança da camada de transporte (TLS, na sigla em inglês), que fornece três camadas principais de proteção:

Criptografia: Criptografe os dados trocados para mantê-los a salvo de ataques de eavesdropping. Isso significa que, enquanto o usuário navega em um website, ninguém pode “ouvir” suas conversas, acompanhar suas atividades em várias páginas ou roubar suas informações.

Integridade dos dados: Os dados não podem ser modificados ou corrompidos durante a transferência, intencionalmente ou não, sem serem detectados.

Autenticação: Prova que os usuários se comunicam com o website desejado. Protege contra ataques man-in-the-middle e aumenta a confiança do usuário, o que beneficia os seus negócios.

Para além disso, se você quiser estar um passo à frente e entrar no mundo das Progressive Web Apps (PWA), você irá precisar que seu site opere sob HTTPS, uma vez que Service Workers necessitam deste certificado para funcionar.

Ainda lembro como em 2010 existia a preocupação de prevenir a indexação de URLS sob o protocolo HTTPS. Hoje a maioria dos websites está migrando, ou planejando a migração.

Fonte www.pedrodias.net

Link https://www.pedrodias.net/webmaster/migrar-para-https

#kadina #kadinati #kadinasolucoes #https #siteseguro #migrarhttps