Alguns tipos de arquivo estão bloqueados pelo Web Mail do GMAIL

O Gmail não permite que você envie ou receba arquivos executáveis (como arquivos terminados em .exe) como medida de segurança para prevenir possíveis vírus. Os arquivos executáveis podem conter código nocivo que pode fazer o download de softwares maliciosos no seu computador. Além disso, o Gmail não permite que você envie ou receba arquivos corrompidos, que são arquivos que não funcionam corretamente.

Tipos de arquivo que não podem ser enviados ou recebidos

Você NÃO pode enviar ou receber estes tipos de arquivo:

.ade, .adp, .bat, .chm, .cmd, .com, .cpl, .exe, .hta, .ins, .isp, .jar, .jse, .lib, .lnk, .mde, .msc, .msp, .mst, .pif, .scr, .sct, .shb, .sys, .vb, .vbe, .vbs, .vxd, .wsc, .wsf, .wsh

Mensagens que contenham os tipos de arquivo listados acima serão devolvidas para o remetente automaticamente.

O Gmail não aceitará esses tipos de arquivo mesmo que eles sejam enviados em um formato compactado. Estes são alguns exemplos de formatos compactados:

.zip, .tar, .tgz, .taz, .z, .gz, .rar

 

Observações: para esses arquivos ZIP dentro de outro arquivo ZIP

Não é possível enviar um arquivo ZIP protegido por senha que contenha um arquivo ZIP. Descompacte todos os arquivos ou, se possível, remova a proteção por senha.

Usuários do Mac: enviar um arquivo ZIP que contenha outro arquivo ZIP aumenta a chance de corromper o arquivo. Descompacte todos os arquivos e crie apenas um arquivo ZIP.

Tamanho máximo do arquivo

Você pode enviar e receber mensagens com até 25 megabytes (MB), incluindo os anexos. Qualquer mensagem que exceda esse limite não será entregue e será devolvida ao remetente. Saiba mais sobre como enviar mensagens e o tamanho máximo do anexo.

A KADINA da a dica que para você transferir e até compartilhar documentos pelo Google Drive esta ferramenta que é ativa por padrão para quem tem uma conta no Gmail.

Saiba um pouco mais como usar a ferramenta DRIVE da Google esta que funciona como um pen-drive na WEB.

Link vídeo para utilizar o Driver

Saiba mais